Marabá
29°C
Overcast clouds

‘Pikachu’ é preso com maconha a caminho de quarto de hotel

Thiago Moreira foi denunciado e capturado em flagrante no Bairro Beira Rio, em Parauapebas
"Pikachu" - Crédito: Reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Thiago Moreira da Silva, conhecido como “Pikachu”, de 21 anos, foi preso pela Polícia Militar, no interior de um hotel próximo à Rodoviária do Bairro Beira Rio, depois de ser “dedurado” por um pedestre, sobre um ponto de venda de drogas no Bairro Rio Verde.

O suspeito foi abordado durante rondas ostensivas da PM no Bairro da Paz. A denúncia dava conta de que “Pikachu” estava traficando maconha na área da Feira do Bairro Rio Verde, mas se não fosse encontrado no local, os militares poderiam encontrar o suspeito no hotel indicado.

A guarnição se preparou e avistou o suspeito se dirigindo para o quarto do hotel. Ele foi abordado e, durante as buscas, foram apreendidos 2 tabletes de maconha. O traficante ainda tentou negar a posse da droga, mas não convenceu os policiais e recebeu voz de prisão.

Folha corrida

Durante a apresentação de Thiago Moreira, ao se verificar no Site Informações Estatísticas do Sistema Penitenciário Brasileiro (Infopen), foi detectado que o suspeito já responde a três processos na Justiça, por crimes de assalto à mão armada e tráfico de drogas.

Para complicar ainda mais a situação de “Pikachu”, o elemento foi reconhecido por vítimas do assalto, ocorrido, no dia 26 de dezembro de 2021, em uma loja de conveniências do Bairro da Paz. O proprietário do estabelecimento comercial, ao saber que Thiago Moreira estava preso, compareceu à 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil e fez o auto de reconhecimento do bandido, onde ele ficou preso pelo crime de tráfico de drogas. (Portal Debate Carajás, com Agência Carajás)

Maconha – Crédito: Reprodução

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!