Marabá
26°C
Overcast clouds

Paysandu é humilhado pelo Ferroviário na Série C

Roberto Fonseca inventa e vê Papão levar cinco gols do, agora, ex-pior ataque da Terceirona; Grupo A fica embolado e bicolores perdem a chance de colocar um pé no quadrangular final
Paysandu mantém a regularidade de jogar bem e mal. Desta vez foi péssimo | Foto: Lenilson Santos / Ferroviário)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

O Paysandu voltou a fazer uma atuação pífia pela Série C do Brasileiro e foi humilhado para o Ferroviário por 5 a 1. O resultado não tirou o Papão da vice-liderança do Grupo A, onde permanece com 24 pontos, mas fez a chave embolar de vez, restando duas rodadas para o término da primeira fase. O Ferrão, que havia marcado apenas oito vezes em 15 jogos, chega aos 23 pontos e assume a quinta colocação.

Pode-se dizer que a derrota é culpa de Roberto Fonseca, que, com alguns desfalques, resolveu inovar ao colocar João Paulo, que não jogava desde o dia 25 de julho. Com uma equipe lenta nas saídas de bola, com uma marcação espaçada e com um sono geral, o Papão viu o pior ataque da competição fazer 2 a 0 com apenas 11 minutos de jogo. Após a parada médica, quando as coisas pareciam melhorar, veio o terceiro ainda no primeiro tempo.

A equipe melhorou no segundo tempo, quando João Paulo e Thiago Santos deixaram o campo para as entradas de Luan Santos e Danrlei. O Papão até chegou a diminuir com Ruy, mas a zaga voltou a dormir e Vitão marcou o quarto. William Fazendinha e Tcharlles ainda fizeram suas estreias, mas nada puderam fazer. O Lobo ainda levou o quinto no último lance, com Thiago Aperibé fechando o caixão.

Diego Matos sofreu sem apoio nas coberturas.
 Diego Matos sofreu sem apoio nas coberturas | Foto: Lenilson Santos / Ferroviário

Primeiro Tempo:

O jogo começou com atraso de cinco minutos. O goleiro do Ferroviário, Rafael, reclamou do aparelho de sistema de irrigação que tinha dentro da pequena área. Com a bola já rolando, esqueceram de avisar para o Paysandu que o jogo havia começado. Inerte em campo, os bicolores assistiram ao Ferrão fazer 2 a 0 com apenas 11 minutos de jogo.

Quem abriu o placar foi Mauri, que começou jogada pela direita, tentou passe para Lázaro e viu Victor Sallinas cortar errado. A bola voltou para o camisa 7 que bateu de esquerda no canto de Victor Souza. Os mandantes seguiram no ataque e, aos 11 minutos, em bola nas costas de Victor Sallinas, Edson Cariús marcou o segundo, batendo na saída do goleiro bicolor.

Denilson perdeu uma bela oportunidade quando o jogo apontava 2 a 0.
 Denilson perdeu uma bela oportunidade quando o jogo apontava 2 a 0. | (Foto: Lenilson Santos / Ferroviário)

A equipe de Roberto Fonseca não se encontrava. João Paulo, tanto tempo longe, claramente sem ritmo de jogo, não aparecia. Ruy e Rildo tentavam buscar bolas na intermediária, já que o time não conseguia sair. Após a parada médica, o Lobo voltou melhor. Aos 33, Jhonnatan chutou de longe, Rafael rebateu e Thiago Santos tentou cavar o pênalti no rebote. Na sequência, João Paulo cruzou e Marino cabeceou para fora.

O Papão começou a pressionar e chegou com Ruy e Diego Matos logo nos lances seguintes. O Ferrão recuou e buscou saídas em contra ataque, mas sem sucesso. O Papão foi para cima. Denilson perdeu uma chance clara. Em uma saída, o Ferroviário, novamente pela esquerda, chegou ao terceiro. Lázaro cruzou e Mauri, entre os zagueiros, marcou o terceiro, dando números finais para a primeira etapa.

Segundo Tempo:

Para os últimos 45 minutos, Roberto Fonseca tirou João Paulo e Thiago Santos e promoveu as entradas de Luan Santos e Danrlei, colocando o Paysandu no 4-3-3. O time melhorou em campo. Luan, Leandro Silva e Jhonnatan fizeram bela triangulação aos seis minutos e o lateral-direito sofreu pênalti. Ruy foi para a cobrança e diminuiu o placar.

O Paysandu foi para cima, pressionou, mas não conseguiu assustar o rival. Aos 22 minutos, após novo vacilo da defesa, Dioguinho, ex-Remo, achou Vitão livre na pequena área. O zagueiro apenas empurrou para o fundo das redes e marcou a goleada. O Ferroviário, que havia marcado apenas oito gols ao longo de 15 jogos, fez cinco nos bicolores, tendo Thiago Aperibé fazendo o quinto no último lance. Final: Ferroviário 5 x 1 Paysandu.

Próximos Compromissos: 

Na 17ª rodada da Série C do Brasileiro, o Paysandu vai até o Piauí encarar o Altos. O confronto está agendado para o próximo sábado, dia 18, no Estádio Albertão, a partir das 17h. Já o Ferroviário vai até o Amazonas, onde encara o Manaus, no Estádio da Colina. O duelo está marcado para acontecer às 16h.

Como fica a tabela:

O Manaus segue na liderança com 25 pontos e saldo negativo de dois. O Paysandu, com saldo de gols positivo, aparece na vice-liderança com 24. O terceiro lugar é ocupado pelo Tombense, que tem 23 pontos (SG +8). Quem fecha o G-4 é o Botafogo-PB, também com 23 (SG +5). O Ferroviário soma os mesmo 23, mas tem apenas três gols de saldo, ficando na quinta colocação.

*O saldo de gols é o segundo critério de desempate.

(DOL)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!