Parte da torcida do Paysandu não aguardou nem o
apito final do árbitro do jogo, após a derrota de 2 a 1 para o Vila Nova (GO), e
tentou partir para cima de jogadores e comissão técnica ainda no gramado da
Curuzu. Houve muito distúrbio e até mesmo tiros foram ouvidos no lado externo
do estádio. Uma equipe da Polícia Militar tentou impedir a passagem dos
torcedores e a confusão instalou-se em todo o estádio. Houve utilização de gás
lacrimogênio e bombas de efeito moral. Relatos dão conta de que um grupo de
torcedores ligados a uma torcida organizada tentou agredir os agentes.

O staff bicolor aproveitou a
proteção dos policiais e evadiu-se de campo rapidamente. Não há registros de
feridos até o momento. Um vídeo publicado em uma rede social mostra o momento
em que a equipe da PM tenta conter o grupo de torcedores. 

Derrota
Amarga
Com a derrota a equipe do Paysandu permanece
estagnada com 17 pontos. A equipe está sem vencer há sete jogos, há apenas dois
pontos do primeiro time do Z-4. Logo após o jogo o técnico Dado Cavalcante reuniu-se
com a diretoria do clube. Nos bastidores a sua saída é dada como certa.
Dado Cavalcanti foi demitido do Paysandu
Depois de mais uma derrota,
Dado Cavalcanti não é mais técnico do Paysandu. 
Dado se reuniu com a
diretoria do clube e logo após o final da partida contra o Vila Nova-GO, na
noite desta quinta-feira (12), a informação foi confirmada na coletiva. 
“O Paysandu Sport Club
informa que Dado Cavalcanti não é mais técnico da equipe de futebol
profissional bicolor. O clube agradece ao treinador pelos seus serviços
prestados. Em breve, um substituto será contratado para comandar o grupo na
sequência do Campeonato Brasileiro da Série B”, diz nota postada no site
oficial.

Com uma campanha quatro
vitórias, cinco empates e seis derrotas, o Paysandu tem apenas 17 pontos e
ocupa a 12ª posição da Série B do Campeonato Brasileiro. 
Sem vencer desde o último dia
1º de junho, o Paysandu amarga uma série de sete rodadas consecutivas de jejum
(cinco derrotas e dois empates). Os resultados recentes, somados ao risco de
rebaixamento, abreviaram a passagem de Dado Cavalcanti pela Curuzu. 
O Paysandu
tenta a reabilitação às 19 horas (de Brasília) do próximo sábado, contra o
Oeste, na Arena Barueri. Com mais de uma semana até o próximo compromisso pelo
torneio nacional, a diretoria tem tempo para buscar um novo comandante.
 
Texto: DOL