Marabá
27°C
Overcast clouds

Padre celebra missa em ação de graças pela colheita do cacau na região da BR-230

Medicilândia, localizada na Região da Transamazônica, é o maior produtor de cacau do Brasil.
Foto: Wilson Soares
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

A Paróquia Imaculada Mãe dos Pobres, em Medicilândia, no oeste do Pará, sob o comando do padre Vandeir Alves, celebrou, na manhã deste domingo (5), uma missa em ação de graças pela boa colheita do cacau. O município é considerado o maior produtor do fruto no país.

“Aqui, Medicilândia é conhecida como a Capital do Cacau, e existe a festa do produtor, a festa do cacau, mas nós não tínhamos a missa do cacau. Como ainda estamos num período da pandemia, não vamos fazer um grande movimento, mas demos o ponta pé inicial, que serve de base para as celebrações que virão”, pontuou o pároco.

A missa, que contou com a participação de produtores e familiares de toda a região, iniciou com uma procissão de entrada, com agricultores vestidos com trajes típicos da década de 70, lembrando a chegada dos primeiros colonos na região Transamazônica, a BR-230.

Os agricultores levaram ao altar equipamentos agrícolas, que são usados para colheita do fruto. Os pioneiros, já falecidos, também foram lembrados, através de um grande cartaz contendo seus nomes.

Foto: Wilson Soares

De acordo com Padre Vandeir Alves, a missa em ação de graças à produção cacaueira, a partir de agora fará parte do calendário anual da paróquia. “A gente quer criar uma tradição da Missa do Cacau. De maneira que quem tiver lá fora do município e ouvir falar da missa do cacau, já sabe que é em Medicilândia“.

Para o produtor rural Pedro Pereira Lima, o momento foi muito emocionante, em poder agradecer por mais uma colheita produtiva. “Estamos agradecendo a Deus por essa terra maravilhosa que viemos conquistar e também pela cultura do cacau que é uma planta 100% sustentável”, disse o produtor que mora no km 80, faixa da rodovia Transamazônica.

A primeira missa do cacau também teve como objetivo arrecadar recursos para a construção da nova Igreja Matriz no município. Por isso, alguns produtores fizeram suas ofertas durante a celebração. “A nossa ideia é construir um espaço maior, uma Igreja mais moderna, que o pessoal de Medicilândia possa dizer: Agora nós temos nossa Igreja Matriz”, concluiu Vandeir.

Ao final da missa, os presentes participaram de uma partilha, organizada entre os fiéis. (A Voz do Xingu)

Foto: Wilson Soares

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!