As luzes surgiram próximo ao rio Oiapoque no Amapá

No início da manhã de sexta-feira (20), moradores da ‘Vila Vitória’, localizada a 12 km, da sede do município de Oiapoque, no estado do Amapá, gravaram um vídeo, mostrando quatro pontos de luz, próximo às margens do Rio Oiapoque, na fronteira com a Guiana Francesa.

De acordo com a gravação, uma família observa luzes estranhas no céu. Outros moradores afirmara que as luzes apareceram durante dois dias seguidos, deixando os moradores da região bastante intrigados com a presença das aparições luminosas.

Moradores e representantes da Prefeitura Municipal confirmaram a autenticidade das imagens. No vídeo, aparecem luzes em formato circular, surgindo e depois desaparecendo no horizonte. “Que diacho?”, diz um jovem que segura o celular a pedido da mãe.
A genitora pede para o rapaz filmar tudo o que estava acontecendo. Num dos momentos, é possível perceber até quatro figuras simultâneas, brilhando e se alternando.
Assim que as imagens foram divulgadas, surgiram algumas hipóteses como balões meteorológicos, sinalizadores, drones, fogos de artifício e até manobras militares, mas também houve quem acreditasse em objetos voadores não identificados, também conhecidos por OVNIs.

O chefe de relações internacionais da Prefeitura de Oiapoque Isaac Silva, foi até a Vila Vitória e conversou com as pessoas que gravaram vídeo. “Os moradores não sabem dizer o que era. Estão desconfiados de algum OVNI”, disse ele, em tom de brincadeira. “Pode ser alguma manobra militar de alguma força de defesa do Brasil ou da Legião Francesa”, acredita.

Isaac enviou para a Companhia Especial de Fronteira, mas o comandante Modesto que disse não saber do que se tratava. “Ele prometeu checar”, concluiu.
No sábado (22), não houve relatos de novas aparições. O assunto não chega a ser um absurdo e está presente no imaginário de muitas pessoas.

Há anos, a internet está cheia de relatos de aparições este ano em outras partes do Brasil. No entanto, o único episódio levado a sério pelas autoridades militares brasileiras originou a famosa “Operação Prato”, no Estado do Pará, no ano de 1977.

Assista ao vídeo:

Debate Carajás

(Com informações Seles Nafes)