Marabá
29°C
Overcast clouds

Ferrovia entre Canaã e Curionópolis pode gerar mais de 2 mil empregos

O objetivo da empresa é expandir a logística no estado para fortalecer a produção mineral e sua respectiva escoação
Crédito Reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Em 2022, novas oportunidades de trabalho estão sendo previstas para o interior do Pará. De acordo com informações da mineradora Vale, a empresa pretende investir R$ 760 milhões na construção de um ramal ferroviário para interligar os municípios de Canaã dos Carajás e Curionópolis. A expectativa é que 2.202 empregos sejam gerados na implantação da ferrovia, o que pode aquecer a economia em Canaã dos Carajás e região. As informações são do Portal Papo Carajás.

Além disso, a empresa também pretende criar um novo ramal entre Parauapebas e Marabá. Neste, o investimento seria de R$ 610 milhões, teria 61 quilômetros e geraria 1768 novos postos de trabalho. Dentro de Curionópolis, um outro ramal seria criado com 11 quilômetros de extensão, investimento de R$ 110 milhões e geração de 319 empregos.

A Vale já formalizou o pedido de autorização para construir a ferrovia. O objetivo da empresa é expandir a logística no estado para fortalecer a produção mineral e sua respectiva escoação. Os projetos da mineradora acompanham o novo Marco Legal das Ferrovias, proposto pelo Governo Federal e aprovado pelo Congresso Nacional. A nova legislação permite que empresas desenvolvam segmentos próprios com recursos totalmente privados.

Os pedidos feitos pela Vale estão tramitando na Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Os projetos seguem sendo avaliados, mas ainda não há datas previstas para liberação de obras.

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!