Eurico (Dan Stulbach) será punido por todas as suas maracutaias no final de O Sétimo Guardião. Quando estiver preparado para fugir, o prefeito de Serro Azul vai se desesperar ao perceber que a fortuna de R$ 52 milhões que ele desviou foi roubada. Depois de encontrar o seu depósito secreto vazio, o político será preso.

No antepenúltimo capítulo da trama de Aguinaldo Silva, que irá ao ar no dia 15, o público verá Eurico aflito com a perda de um molho de chaves. Sem acesso ao depósito em que guarda todo o dinheiro ilícito, ele chamará um chaveiro para trocar a fechadura e conseguirá entrar no local.

“Eurico afasta o tapete e não se vê nada demais além do chão de tábuas corridas. Ele pega uma chave de fenda que está por ali, força uma das tábuas, ela cede, ele a retira, de fenda que está por ali, força uma das tábuas, ela cede, ele a retira, depois faz o mesmo com outra e mais outra até que revela uma espécie de alçapão, olha para dentro dele… E tem um choque”, diz a descrição da cena no roteiro entregue aos atores.

Em seguida, o personagem de Dan Stulbach perceberá que foi roubado. “Minha fortuna… Tudo que eu roubei durante esses anos todos”, dirá ele. “Foi tudo embora! Minha grana, minha bufunfa, minha fortuna! Roubaram meu dinheiro!”, gritará o prefeito, arrasado. À colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo, o autor da novela confirmou que a situação do político ficará pior. Além de ficar sem o dinheiro, acabará a trama na cadeia.

“Eurico tenta fugir, mas aí descobre que o dinheiro foi roubado. Sem vintém, ele acaba preso. Quem o rouba? Ah, isso eu não digo”, afirmou o novelista.

A novela das nove terá seu último capítulo exibido no dia 17 e será substituída por A Dona do Pedaço, de Walcyr Carrasco, que estreia no dia 20 e tem Juliana Paes, Paolla Oliveira, Agatha Moreira, Nathalia Dil e Reynaldo Gianecchi no elenco.

Notícias da TV