Marabá
25°C
Clear sky

Não escolha de “Pedrinho” como vice de Tião Miranda ‘pega mal’ em Marabá

Crédito: Reprodução

A escolha do ex-secretário de saúde, Luciano Dias (Cidadania), como vice-prefeito na chapa de Tião Miranda (PSD), durante Convenção Municipal, ocorrida ontem às 20 horas, repercutiu mal no meio político e na base eleitoral do atual prefeito em Marabá, no sudeste do Pará.

Lideranças importantes da base de apoio de Tião Miranda não ‘digeriram’ muito bem o nome de Luciano Dias porque o advogado não é marabaense nem possui nenhum capital político na Terra de Francisco Coelho. “Se Tião Miranda tiver que se afastar do cargo, Marabá será entregue a um forasteiro?”, protestou um vereador atuante.

A revolta de vários partidários do gestor de Marabá levou em consideração o fato de Tião Miranda desprezar os mais de 26 anos de fidelidade do vereador Pedro Corrêa. “Pedrinho” sempre ajudou Tião Miranda na Câmara Municipal de Marabá (CMM), deliberando matérias polêmicas que ajudaram a viabilizar o governo do atual prefeito.

Uma pessoa próxima ao vereador afirmou que o Presidente da Câmara Municipal ficou muito triste com a escolha realizada por Tião e resolveu não “dá as caras” na convenção do PSD. Na foto em que os políticos presentes ao evento cumprimentam os correligionários não se ver a presença de “Pedrinho”.

Segundo amigos do parlamentar, Pedro Corrêa estaria ‘levando na cara’, o troco de dezenas de servidores públicos pelo fato da CMM viabilizar, em 2017, o corte de salário de professores e servidores da saúde e agora foi ‘jogado de escanteio’ pelo seu ‘amigo da onça’ de longas datas.

“Não diria que o Pedro Corrêa passe a fazer oposição a Tião Miranda na CMM, mas a relação de confiança entre os dois nunca mais será a mesma, pois ‘Pedrinho’ foi pisado moralmente”, confidencia outro vereador da base de Tião. “O ânimo político dele em defesa de Miranda nunca mais será o mesmo”, finaliza.

Além do desgaste com a escolha de Luciano Dias, a coligação do PSD com o Partido dos Trabalhadores (PT) também provocou uma baixa perceptível de eleitores de Tião nas redes sociais devido a polarização nacional entre bolsonaristas e esquerdistas em todo o Brasil.

Pedro Corrêa não apareceu na convenção do PSD Crédito: Whatsapp

Fonte: Portal Debate Carajás

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!