Najila Souza mantém acusação de estupro contra Neymar em entrevista ao SBT.

Em entrevista ao SBT na noite de ontem (5), Najila Trindade Mendes de Souza disse que sua intenção ao viajar para Paris era ter relações sexuais com Neymar e confirmou que passagem e hospedagem foram pagas por ele. Mas que, ao recebê-lo no hotel, Neymar estava agressivo. Que mesmo assim, como ela tinha muita vontade de ficar com ele, começou a trocar carícias com Neymar, até que perguntou se ele tinha trazido preservativo, já que ela não tinha.

Segundo Najila, ele respondeu que não e ela então disse que não ia acontecer nada além do que já tinha acontecido. Najila disse que Neymar primeiro ficou em silêncio, depois a virou e cometeu o que ela chamou de ato enquanto batia violentamente nas nádegas dela. Najila afirmou que pediu para ele parar. Ela disse que tudo foi muito rápido, questão de segundos até que ela conseguiu se retirar para o banheiro.

“Fui vítima de estupro. Agressão juntamente com estupro”, afirmou Najila na entrevista. Em outro trecho, Najila lembra que no dia seguinte Neymar mandou para ela uma foto dela machucada nas nádegas. É o trecho das mensagens divulgadas por Neymar em que ele diz que ‘vai ter volta’. E ele responde: “Vai ter volta nada hahaha.”

Ela não foi perguntada e não explicou como Neymar conseguiu fazer uma foto dela machucada, se ela escapou em poucos segundos para o banheiro. Sobre o fato de ter mantido conversas amistosas com ele após o primeiro encontro, Najila disse que fez isso para que Neymar continuasse a falar com ela e assim ela pudesse provar o que ele fez com ela.

Fora da Copa América

Neymar está fora da Copa América. O atacante foi cortado da seleção brasileira na madrugada desta quinta-feira (6), depois de exames apontarem rompimento no ligamento do tornozelo direito sofrido no primeiro tempo da vitória por 2 a 0 sobre o Catar. Ele foi direto do estádio Mané Garrincha para um hospital em Brasília, onde recebeu a visita do presidente da república, Jair Bolsonaro. A CBF anunciou o corte às 2h10 da manhã.

G1