Marabá
23°C
Clear sky

MP cumpre mandados de busca e apreensão em Marabá e Tailândia

Operação “Bangkok” foi deflagrada para combater fraudes em licitações. Marido de uma secretária de Tailândia foi preso. Alvos em Marabá foram endereços ligados ao prefeito de Tailândia, Paulo Jasper, o Macarrão
Fotos: Divulgação/MPPA
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

O Ministério Público do Pará, por meio de uma força-tarefa composta por promotores de Justiça e com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Inteligência e Segurança Institucional (GSI) e do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco), cumpriu mandados de busca e apreensão em sete alvos, sendo cinco em Tailândia e dois em Marabá. Foram apreendidos nesses locais documentos, HDs, dinheiro em espécie e armas de fogo.

A ordem judicial foi expedida pelo Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJPA), nos autos da operação denominada “Bangkok”, derivada de investigação que tem como objeto diversas licitações e cartas-convites realizadas pela Prefeitura de Tailândia, no nordeste do Pará.

Nesse município, os mandados tinham como alvo a sede da prefeitura, duas empresas e duas pessoas físicas, sendo uma delas o próprio prefeito Paulo Jasper, o Macarrão (MDB). A equipe liderada pelo MPPA apreendeu na casa dele o valor de R$ 51 mil em dinheiro.

Na casa de uma secretária municipal, a equipe de promotores de Justiça e policiais do Gaeco encontraram três armas de fogo ilegais, sendo uma arma calibre 12, uma .40 e uma 380. A promotora de Justiça deu voz de prisão ao marido da secretária, que seria proprietário do armamento, e acionou o delegado de Polícia Civil de Tailândia para a realização dos procedimentos legais.

As armas apreendidas na casa da secretária municipal

Durante as buscas na casa do empresário Nenê da Danyslar, em Tailândia, chamou a atenção dos investigadores a grande quantidade de documentos relativos à doação de lotes do município para ele. Tailândia é um dos maiores municípios do Pará em extensão territorial e possui áreas bastante valorizadas.

Os alvos de Marabá, no sudeste do Pará, foram as casas de duas mulheres ligadas ao prefeito de Tailândia.

Ao todo, agiram no cumprimento dos mandados 11 equipes, cada uma chefiada por um promotor de Justiça com o apoio de policiais militares vinculados ao Gabinete Militar do Ministério Público do Estado do Paeá.

Além das armas de fogo e do dinheiro, houve apreensão de documentos referentes ao envolvimento das duas empresas alvos da operação com processos licitatórios suspeitos realizados pela Prefeitura de Tailândia, além de telefones celulares e HDs. (Portal Debate Carajás, com Ascom MPPA)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!