Marabá
29°C
Overcast clouds

Morre aos 71 anos o radialista paraense Sandro Valle, vítima de infarto

Velório será no Memorial Metrópole, localizado na rua Boaventura da Silva, em Belém
Foto: Reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Morreu aos 71 anos de idade o radialista Sandro Vale, vítima de infarto durante uma sessão de hemodiálise, no Hospital da Beneficente Portugues, por volta das 19h, desta quarta-feira (24), em Belém. As informações são de O Liberal.

“Vou ter saudade de tudo. Mas sei que meu pai deixa o nome dele, deixa uma história e eu tenho orgulho disso”, afirmou Cláudia Valle, a única filha mulher de Sandro, que deixa outros quatro filhos homens.

De acordo com familiares, há um ano Sandro Valle passou a apresentar insuficiência renal e necessitava realizar hemodiálise, atualmente, três vezes por semana. “Eles estava bem, vinha se recuperando, estava na ativa”, disse Cláudia, acrescentando que o pai trabalhava normalmente no conhecido programa de rádio “Flashe 95”, na rádio Raulland, transmitido às 19h.

Conhecido como o “Príncipe do Rádio”, o radialista nascido em Belém em 8 de julho de 1950, desde criança sonhava em trabalhar em rádio. Ele acompanhou a chamada Era de Ouro do Rádio com a PRC-5 – Rádio Clube do Pará e a Marajoara.

Sandro tinha 18 anos quando iniciou como discotecário na extinta Guajará, na avenida Frutuoso Guimarães, após iniciou a atuação em rádio e não parou até então, com alguns afastamentos por motivo de saúde, segundo informou a família.

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!