Mineradora Buritirama inicia campanha de combate à exploração sexual infantil na zona rural de Marabá

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Uma parceria entre a Mineradora Buritirama, Igreja Católica, Polícia Militar, Igreja Assembleia de Deus e a Secretaria de Educação de Marabá, com previsão de início, a partir de terça-feira (27/8), vai realizar uma campanha de combate à exploração sexual, na região do Rio Preto. As vilas União, Capistrano de Abreu, Santa Fé e Três Poderes serão as primeiras comunidades a receber o serviço social proposto pela Buritirama, destinado a proteger crianças e adolescentes.

Ciente de sua responsabilidade social, a Buritirama contratou uma consultoria especializada, visando a oferecer os serviços de orientação de combate à exploração sexual infantil para crianças, familiares e comunidade de forma eficiente, sob os cuidados de profissionais especializados. As palestras estão previstas para acontecer em escolas, igrejas e na própria empresa Buritirma, na zona rural de Marabá.

A exploração sexual de crianças e adolescentes é um problema existente em todo o Brasil. As rodovias do país transformaram-se em locais de sevícias de nossa juventude. Pouco se sabe sobre os números exatos da exploração sexual ocorridos na zona rural, pois a maioria dos casos não é denunciado ou é “abafado” pela própria família da vítima. A campanha a ser realizada pela Buritirama vai ajudar a combater esse crime praticado contra crianças e adolescentes em Marabá.

Redação

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!