Marabá
31°C
Clear sky

Interno é assassinado por colega de quarto no Ciam de Marabá

Adolescente teria sido morto durante a madrugada desta sexta-feira (24). Eduardo Lima sofreu um “mata leão”, desmaiou e foi degolado no banheiro com uma lâmina de barbear.
Crédito: Reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Desde o início da manhã desta sexta-feira (24), as redes sociais, em grupos restritos de mensagens por aplicativo, noticiam a morte de um interno, ocorrida durante a madrugada, no Centro de Internação do Adolescente Masculino (Ciam), em Marabá, no sudeste do Pará.

O adolescente em conflito com a lei teria sido morto por um companheiro de quarto. De acordo com o delegado Vinícius Cardoso das Neves, titular da 21ª Seccional Urbana, equipes da Polícia Militar, Polícia Civil e Instituto Médico Legal (IML) se encontram no Centro de Internação para realização de investigações e remoção do corpo do interno assassinado.

De acordo com o boletim de ocorrência, o suspeito alegou que aplicou um “mata leão” na vítima, de 14 anos, o jovem desmaiou, foi arrastado para o banheiro,  foi esgorjado e teve os pulsos cortados com uma Lâmina de barbear. O assassino, de 17 anos, alegou que teria sofrido uma tentativa de assassinato e não revelou nada para a direção do Ciam porque decidiu matar Eduardo Ferreira Lima.

Por se tratar de um espaço de ressocialização de adolescentes em conflito com a lei, o acesso às notícias é bastante remoto. Rígidas normas preconizadas pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) deverão ser seguidas pelas equipes que lidam com essa parcela cotidianamente. Na linguagem popular, Eduardo Lima foi degolado vivo.  (Portal Debate Carajás)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!