Ana Paula Nascimento foi executada, no início da madrugada de ontem (12), com um tiro na cabeça, disparado pelo próprio namorado, Wellington José Teixeira da Silva. O crime aconteceu no bairro Pioneiro, na travessa João Salvaterra, em Barcarena, nordeste paraense.

A polícia afirma que o namorado da vítima, ao ser questionado, alterou duas vezes a versão dos fatos. Inicialmente ele disse que saiu para comprar pizza e quando retornou encontrou o corpo da vítima. Depois, disse que um homem teria chegado no portão da casa e anunciado um assalto, disparando em Ana Paula.

Diligências

A equipe policial de Vila dos Cabanos conduziu Wellington Silva até ao Centro de Perícias Científicas (CPC) Renato Chaves para a realização de exame residuográfico de pólvora, que apontou para resultado positivo.

Depois, o celular da vítima foi entregue pela família, quando foram encontradas várias fotografias e vídeos do suspeito apontando uma arma de fogo, aparentemente um revólver calibre 38, para o rosto da vítima.

Após inúmeras diligências, Wellington Silva confessou o crime e informou o local onde teria jogado fora a arma de fogo e as munições, mas apenas duas de calibre 38 foram encontradas. Por fim, o acusado resumiu o crime a um “foi sem querer”.

DOL