Marabá
29°C
Overcast clouds

Grávida do 4º filho, gari enaltece a profissão em ensaio fotográfico

Catarina decidiu realizar um ensaio fotográfico com a roupa do trabalho e foi bastante elogiada pela iniciativa
Fotos: Secom PMM/Divulgação
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Há 5 anos, grávida do 3º filho e desempregada, Catarina Chaves buscou uma vaga de gari no município. É com esse trabalho que cria Esmeralda, de 11 anos; Salomão Davi, de 7 anos; e Pérola, de 4 anos. Hoje, gestante do quarto filho, a mamãe não teve dúvidas em homenagear e valorizar a profissão que sustenta a família dela.

Catarina decidiu realizar um ensaio fotográfico com a roupa do trabalho e manda um recado para a população, sobretudo para as mulheres. “O gari é discriminado e não é valorizado. É uma forma de nos valorizarmos. Mostrar principalmente para as mulheres.  A maioria delas trabalha, mas se esconde ou esconde o serviço delas. Você tem que se orgulhar do que é. Ter amor e prazer na profissão que você faz”, comenta, revelando que a ideia do ensaio fotográfico com esse tema surgiu desde que descobriu a gravidez.

“Sempre pensei que todas mulheres fazem as fotos de gestantes meio que com um padrão. Pois então, quis fazer de gari. As pessoas falaram que ficaria estranho, mas sabe de uma coisa, o gosto é meu”, afirma.

Catarina é carioca, mas desde os 2 anos adotou Marabá como sua cidade. Morou na zona rural, na Vila do Km 21 e, atualmente, mora na Folha 16. Ela é responsável pela limpeza da Praça Monsenhor Baltazar e das ruas do entorno. Quando sai para trabalhar, deixa os filhos em casa.

A mais velha Esmeralda estuda o 4º ano na Escoa Jonathas Pontes Athias e ajuda a mãe na criação dos irmãos e está muito feliz com a chegada do novo irmãozinho. “Estou achando muito legal ganhar um novo irmão. O ensaio foi muito divertido. Tenho muito orgulho dela, de ser uma mãe guerreira e esforçada. Está sempre batalhando para cuidar da gente”, disse a pequena.

As duas contam que amaram as fotos e estão gostando da repercussão. “A repercussão ajuda no meu objetivo de valorizar as mulheres e de se orgulhar do que fazemos, independente do que seja, faxineira, gari, empregada. Não temos que nos esconder não. Só termos humildade nos nossos corações”, destaca.

Ela completa afirmando que no futuro mostrará as fotos para o novo filho João Márcio. “No futuro, ele vai poder ver e se orgulhar da mãe que ele tem.  Sou uma mulher independente, meu namorado tem orgulho de mim, por não ter vergonha de ser quem sou. Meu filho também terá”, acrescenta.

Marabá conta atualmente com cerca de 600 colaboradores atuando diariamente na limpeza pública. Uma profissão essencial e que afeta diariamente a vida de cada morador da cidade. Cada um com suas histórias e lutas e que devem se orgulhar do trabalho que fazem. Que o orgulho do que faz e a postura de Catarina sirvam de exemplo para todos nós. Que João Márcio venha com muita saúde. E que nossa cidade siga sendo bem cuidada. Afinal, nascendo aqui ou não, somos todos filhos de Marabá. (Secom PMM)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!