Marabá
31°C
Overcast clouds

Justiça do Trabalho suspende “de novo” eleição do Sindicato dos Trabalhadores do Comércio em Marabá

Crédito: Reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

A desembargadora de plantão no Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região, Suzy Elizabeth Cavalcante Koury, em Belém, concedeu, ontem (5), uma decisão em caráter liminar, em parte, suspendendo a eleição do Sindicato dos Empregados no Comércio do Município de Marabá  e Sul do Pará (Sindecomar), prevista para ocorrer no dia 12/1/2021, conforme decisão da Assembleia Geral convocada pelos trabalhadores no dia 10/12/2020, no bairro Velha Marabá.

Na sentença, a desembargadora manteve e decisão da juíza,  Bianca Galúcio, da 3ª Vara do Trabalho de Marabá, publicada em 18/12/2020, que afastou toda a diretoria do Sindecomar, bloqueou  o acesso a contas bancárias e proibiu a candidatura em qualquer cargo eletivo na entidade sindical de 14 integrantes da diretora afastada, ou seja, ela “varreu” do movimento sindical de Marabá os ex-integrantes da diretoria afastada do Sindecomar.

Suzy Koury manteve a Junta Governativa, composta por José Marcos de Lima Araújo (CTB – Belém)Dineia De Oliveira Capucho (Marabá) e Thiago de Castro Barbosa (CTB – Belém), a frente da entidade sindical e para atuar também como Comissão Eleitoral que vai organizar as eleições no prazo de 90 dias.

A Redação do Portal Debate Carajás conversou, durante a manhã de hoje (6), com o presidente afastado, João Luiz Barnabé, ele afirmou que no entendimento de seus advogados, a liminar da desembargadora Suzy Koury dá direito aos 14 membros da antiga diretoria a concorrerem ao processo eleitoral. Integrantes da Junta Governativa informaram ao Debate Carajás que estão terminando uma auditoria interna para se ter uma noção real da atual situação do Sindicato dos Empregados no Comércio do Município de Marabá.

Fonte: Portal Debate Carajás

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!