Marabá
24°C
Scattered clouds

Jovem se arrepende após ser beijada por mais de 10 homens

Na “Festa do Beijo”, a jovem gravou o momento em que beijava as pessoas. Vídeo bombou nas redes sociais e caso foi parar na polícia
A jovem viralizou com um vídeo e agora precisa se explicar | Foto: Reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

O beijo queima calorias, aumenta a imunidade, alivia o estresse, pode aliviar sintomas de alergia, é bom para a higiene bucal, entre outros benefícios. Mas diante de tantas coisas boas, em tempos de pandemia é melhor evitar, né?

Bem, no Cariri, no Ceará, o povo decidiu foi distribuir beijos. Um aniversário chamado “Festa do Beijo” virou caso de polícia. Dezenas de jovens se aglomeraram para curtir a baladinha, mas um vídeo foi parar nas redes sociais e gerou revolta.

A jovem Kawanne Nobre gravou quando recebia beijos no rosto de 13 homens. As imagens foram editadas e postadas no seu perfil no Instagram. O bafafá foi tanto, que ela já até fez um pedido de desculpas na mesma rede social.

A Polícia Civil da Região Metropolitana do Cariri já intimou 20 pessoas para depor.

De acordo com a TV Verdes Mares, afiliada de TV Globo no estado, a festa ocorreu na sexta-feira (21). O caso de Kawanne chamou atenção por conta da do viral que se tornou o vídeo nas redes sociais.

Segundo a TV, a Polícia Civil interrogou hoje 20 das 30 pessoas identificadas nos vídeos que circulam nas redes sociais.

A jovem percorre a festa e faz uma brincadeira com 13 amigos, um de cada vez, perguntando “tapa ou beijo?”. Em seguida um rapaz dava um beijo no rosto dela e logo outro se aproximava. Em outro momento ela também diz que sua avó era juíza e que por isso não temia ter problemas com a Justiça.

A repercussão foi tanta que minutos antes de comparecer à delegacia de Cariri, Kawanne pediu desculpas no Instagram.

“Reconheço que errei, pois nesse momento muitos familiares sofrem por seus entes queridos que perderam a vida ou lutam até mesmo por um leito na UTI”, escreveu ela na publicação feita hoje. Quero também pedir perdão publicamente a toda população por minha atitude desrespeitosa, estou muito arrependida. Quero também pedir as pessoas que não cometam erros similares, pois, somente seguindo os protocolos de segurança venceremos esse vírus”.

Sobre o fato do cargo de magistrado da avó, a jovem desmentiu, dizendo que era apenas uma brincadeira e que a mulher é, na verdade, uma comerciante. (Com informações do UOL)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!