Marabá
27°C
Scattered clouds

Jovem detida pela PM é colocada em liberdade após provar inocência em Marabá

Natália conseguiu provar que estava indo buscar a mãe.
Natália Barros se viu em apuros na noite de ontem (16) - Crédito: Redes socais
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

A operadora de caixa, em uma loja no Shopping Pátio, Natália Silva Barros, de 21 anos, viu sua vida virar de “cabeça para baixo”, após ser detida por uma guarnição do 4º Batalhão de Polícia Militar (4º BPM), próximo ao Campus II da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), Bairro Nova Marabá, na noite desta quarta-feira (16), por volta de 20h30, no interior de um veículo Ford Focus, prata, em Marabá, no sudeste do Pará.

De acordo com a PM, o carro foi utilizado, dias atrás, em vários assaltos em Marabá. O veículo foi reconhecido pelos militares, os três ocupantes do automóvel receberam voz de prisão e foram conduzidos para a 21ª Seccional Urbana. Segundo Natália Barros, ela estava na hora errada e no lugar errado, mas na Delegacia de Polícia Civil conseguiu provar sua inocência e foi liberada.

A jovem afirmou que o Ford Focus, prata, pertence a seu avô, porém o idoso não sabe dirigir. Ela disse que o veículo é utilizado por outra pessoa da família e que realmente existe registro de que o carro esteja envolvido na prática de assaltos em Marabá, todavia ela desconhece quem está praticando as ações criminosas.

Natália esclareceu para a reportagem que estava indo para a rodoviária apanhar sua mãe que estava vindo de Parauapebas quando foi parada pela PM. Ela estava se deslocando da Folha 6, bairro onde mora, para o Terminal Rodoviário de Marabá, por isso foi parada próximo ao Campus II da Unifesspa.

“Na delegacia, puxaram a minha ficha e viram que eu sou uma mulher trabalhadora. Eu nunca roubei ninguém nem preciso disso, pois trabalho e pago as minhas contas”, esclareceu Natália Barros. A jovem afirmou ser solteira e que ficou muito abalada com a situação vexaminosa, todavia já está se recuperando e “vida que segue”. (Portal Debate Carajás)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!