Marabá
23°C
Clear sky

Jovem de Tucuruí bomba na internet com coreografia de forró

Daniele Lopes está fazendo o maior sucesso na plataforma por conta da música “Não Pode Se Apaixonar“, de Xand Avião | Foto: Reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Rebolado único e um sorriso no rosto são marcas registradas da nova sensação das redes sociais. Depois te ter colocado na sua rotina um trend (tendência), uma jovem ganhou o mundo.

É de Tucuruí, no sudeste do Pará, que vem Daniele Lopes, que está fazendo sucesso e ganhando admiradores nas redes sociais. Aos 18 anos, a jovem encanta com o seu rebolado que virou desafio a ser imitado Brasil afora. Com a dancinha, Daniele já conquistou seguidores em toda a rede, sendo 592 mil no Instagram e mais de 2,3 milhões no TikTok.

Dani ficou conhecida como “senta com carinho”, porque foi ao som da música “Não Pode Se Apaixonar”, de Xand Avião, DJ Ivis e MC Danny, que ela conquistou o TikTok. Quando Daniele dança, algo impressionante acontece: seu sorriso fica congelado e ela não praticamente não pisca. “Gravo vídeos porque eu realmente gosto de dançar desde pequena. E a música ‘Não pode se apaixonar’ surgiu de uma forma bem aleatória, quando vi que tinha o meu nome, eu já gostei, daí comecei a dançar do meu jeito”, descreve, falando sobre o refrão que diz que “a Dani senta com carinho, só não pode se apaixonar”.

Ela gosta tanto da música que, de uns tempos pra cá, Dani deixou a variedade de lado e se tornou produtora de um conteúdo só: em todos os vídeos, incansavelmente, ela dança a mesma “Não Pode Se Apaixonar”, com o mesmo rebolado, o mesmo sorriso e o mesmo carisma, no mesmo cenário, que parece ser o pátio de sua casa no interior do Pará. A única coisa que muda é a roupa do dia.

Mas quem disse que a repetição cai em monotonia para a audiência? O público já espera a nova postagem da jovem que, a cada repeteco, vai monetizando mais suas redes sociais. E é assim que ela rebola fazendo propaganda de cinta, de aplicativo de delivery, e faz a alegria dos times de futebol dançando com camisas que homenageiam grandes torcidas, como Flamengo, Atlético Mineiro e Palmeiras. Ao site UOL ela disse que seu foco é guardar dinheiro para o futuro, e por enquanto ela só investe na estrutura para suas gravações, de ring light, para iluminar suas produções, a bancar um assessor para administrar sua agenda. Ela também já integra o casting de uma empresa pernambucana especializada em administrar carreiras meteóricas de influencers.

Filtro

Ela conta que não fazia ideia que faria tanto sucesso e que despertaria a atenção até de famosos para as suas plataformas quando teve a ideia de fazer suas postagens. O prório Xand Avião já postou a jovem dançando, e Dani ganhou um filtro para chamar de seu no Instagram. Graças a ele, o usuário pode colar o seu rosto no corpo de Dani fazendo a famosa dancinha.

“Eu estou muito feliz com tudo isso que está acontecendo. Comecei no TikTok há apenas três meses, mas os meus vídeos começaram a ‘viralizar’ há menos de um mês. Não esperava que fosse tomar essa proporção. Eu comecei a dançar por diversão”, conta a jovem.

No início, ela diz que recebeu algumas críticas, mas nada disso a desestimulou. “Quando eu vi que estava dando um alcance bom, continuei postando direto, apesar das críticas constantes. Só usei algo que estava a meu favor”, admite Dani.

Após se tornar bastante popular, alguns “memes” surgiram e Dani foi comparada à ilustre Rainha Elizabeth II, quando jovem. Dani não só aprovou a ideia como também recriou o look de noiva da rainha e aproveitou os trajes para fazer os passinhos que lhe deram a fama. E é assim que ela segue, como a rainha do rebolado nas redes sociais. (DOL)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!