Marabá
33°C
Scattered clouds

Jornalista Artur Xexéo morre após descobrir linfoma

Colunista do jornal “O Globo” e comentarista da GloboNews, ele também teve passagens por “Veja” e “Jornal do Brasil”
O escritor e jornalista Artur Xexéo | Foto: Reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Uma perda inesperada. Assim foi considerada a morte do escritor e jornalista Artur Xexéo neste domingo (27). Artur, que tinha 69 anos, estava internado há uma semana para fazer tratamento contra um linfoma, que também havia sido recentemente descoberto.

Colunista do jornal “O Globo” e comentarista da GloboNews, ele também teve passagens por “Veja” e “Jornal do Brasil”, além de livros como “Janete Clair: a usineira de sonhos”, “O torcedor acidental (crônicas)” e “Hebe, a biografia”.

Desde 2015, Xexéo participava da transmissão do Oscar na Globo. Também ficou conhecido no rádio. Na CBN, estreou ao lado de Carlos Heitor Cony como comentarista. Recentemente, suas aparições no programa Estúdio I, da GloboNews, era quase diárias.

“Tudo que eu faço, o que eu edito, o que eu escrevo, é em nome do leitor. Então eu acho que ele tem o direito de reivindicar, de gostar, de não gostar, de reclamar, de escrever, de se colocar, de se posicionar, eu gosto de participar dessa troca”, afirmou, durante uma das várias entrevistas concedidas na carreira. (Veja)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!