Um vídeo gravado pelo ex-governador do estado do Pará, Simão Jatene, chegou às redes sociais hoje (2). Em uma gravação de um pouco mais de três minutos, Jatene tece duras críticas ao governador Helder Barbalho e equipe de governo. A Auditoria Geral do Estado (AGE) também foi alvo da ira do ex-governador. “Em meu governo, a AGE era conhecida nacionalmente pela sua isenção e profissionalismo. Hoje é usada como instrumento de intimidação, perseguição e ameaça a servidores”, disse Jatene.

O estopim para o aumento da crise entre os dois mandatários da política paraense, foi a recomendação da AGE ao Ministério Público do Pará (MPPA) e à Polícia Civil para “prender preventivamente o ex-governador Simão Jatene e ex-secretários estaduais de obras. O pedido se baseia em um suposto esquema de desvio de recursos do programa “Asfalto na Cidade. O vídeo acusa a AGE de estar sendo gerida por advogados participantes da campanha eleitoral de Helder Barbalho. Segundo Jatene, o Asfalto na Cidade já mudou a cara de mais de 100 municípios do Pará.

O ex-governador acusa Helder Barbalho de inaugurar, com ridículas pompas e circunstâncias, obras executadas por ele, Simão Jatene. Por último Jatene desafia o atual governador a expor publicamente o patrimônio real de cada um, acompanhado da respectiva origem. No início do vídeo, ele acusa Helder Barbalho de não cumprir compromissos de campanha assumidos com os militares e professores. A sociedade está observando essa “troca de farpas”, entre os dois, preocupada com o futuro do estado do Pará.