Marabá
35°C
Clear sky

Iterpa entrega 60 títulos de terra no sudeste do Pará

Desde o início de 2022, cerca de 200 títulos já foram entregues em Parauapebas
Foto: Divulgação

“Este documento significa tudo, sem ele a minha terra não tinha valor”. Essas foram as primeiras palavras do produtor Zenito Pereira da Silva, 56, morador da Vila Paulo Fonteles, no município de Parauapebas, sudeste paraense, ao comemorar o recebimento do seu título individual de propriedade de terra nesta quarta-feira (18). Ele foi um dos 60 produtores contemplados com a entrega realizada pelo Instituto de Terras do Pará (Iterpa) na cidade. Desde o início de 2022, cerca de 200 títulos já foram entregues somente em Parauapebas.

“Há 22 anos eu aguardava por esse momento e hoje estou muito alegre por ter esse título em minhas mãos, é um privilégio para mim. Sou grato ao governo e a todos os envolvidos para que esse papel chegasse hoje até nós. Esse documento nos dá oportunidades”, ressalta o produtor rural. Com os seus devidos títulos de propriedade de terra, os produtores rurais terão segurança jurídica e direitos civis assegurados para um potencial desenvolvimento sustentável.

Foto: David Alves / Ag. ParáO governador do Pará, Helder Barbalho, participou da entrega dos títulos de terra e destacou a importância da presença do poder executivo estadual no município nas mais diversas áreas, a exemplo da cidadania, saúde, segurança, educação. “Parabéns a cada um que recebeu o seu título de terra aqui em Parauapebas. A presença do Estado, trazendo diversos serviços ao município, com atenção, cuidado, zelo e um olhar por quem mais precisa, faz com que possamos construir um novo cenário no município. Obrigada meu Deus por me permitir estar aqui hoje”, destaca o governador.

O gerente do Iterpa, Bruno de Abreu Pereira, que também participou do ato, pontuou a essencialidade da regularização fundiária no Pará. “A garantia da titularidade do produtor rural, que tanto luta, é fundamental para proporcionar maiores investimentos na sua terra. É uma realização muito esperada por eles e a gente fica muito feliz de poder estar aqui fazendo essa entrega”, diz.

Com a titularidade, é possível que o produtor busque créditos para que se possa investir na produção, busque parcerias para a sua agricultura familiar, promova a estabilidade da sua vida social no meio rural, além de poder reconhecer, depois de anos de uso, o vínculo que já era afetivo, agora também por meio da posse.

O trabalho do Iterpa na região é executado como resultado das ações do programa Regulariza Pará, do Governo do Estado do Pará, com o apoio da prefeitura do município. Somente no mês de maio deste ano, o governo estadual já entregou 40 títulos em Paragominas, 109 em Bragança e 135 em Rondon do Pará(Portal Debate, com Agência Pará)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!