Homem mata mulher no Nordeste e após 10 anos é preso no sudeste do Pará

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Um indivíduo, conhecido como Rivelino Inácio Evaristo,  de 52 anos, indiciado por ter matado a proprietária de um imóvel no estado do Rio Grande do Norte, na frente de uma adolescente, em 2009, foi detido na cidade de Tailândia, sudeste paraense. O acusado foi preso por policiais civis do Serviço de Polícia Interestadual de Buscas e Capturas (Polinter) de Belém.

Segundo a Polícia Civil do Pará, o acusado residia em uma casa alugada no município de Areia Branca, no estado do Rio Grande do Norte. As investigações mostraram que a proprietária do imóvel, Katiane Fabiola da Silva, cobrava frequentemente do acusado o pagamento do aluguel por causa de vários meses de atraso. No entanto, quando Katiane Silva cobrava o pagamento dos meses atrasados, havia discussões entre eles.

Na época, em uma dessas cobranças, Rivelino Evaristo se armou com uma faca e desferiu um golpe no peito de Katiane. Após executar a mulher, a Justiça do Estado do Rio Grande do Norte não localizou mais o acusado, que foi indiciado pelo crime de homicídio qualificado, mas nunca mais foi visto na região. 

Durante as investigações, os policiais civis obtiveram dados de que Rivelino Evaristo estaria na cidade de Tailândia. Diante dos informes, as vilas Santana 1 e Olho D’Água  começaram a ser visitadas, no intuito de localizar o acusado, a 30 km da sede do município.  

De acordo com a polícia, Rivelino Evaristo se dividia entre as duas localidades, onde atuava como vendedor de drogas. Ele foi abordado ao sair de uma vicinal da Vila de Olho D’Água em direção à Vila Santana 1. O acusado está preso, à disposição da Justiça do Rio Grande do Norte. As informações são da Polícia Civil do Pará.

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!