O “Balneário da Mangueira”, localizado às margens do Rio Tocantins, em Marabá, foi palco do assassinato de um homem conhecido apenas como “Jonathan”, por volta de 5 horas da Manhã de hoje (13). De acordo com áudios e prints, divulgados nas redes sociais, a proprietária nega que a execução do rapaz tenha ocorrido no estabelecimento comercial, mas o Portal Debate Carajás teve acesso às conversas entre pessoas presentes no momento da morte de Jonathan. Segundo os diálogos, o crime ocorreu próximo ao banheiro do Bar da Eva.

A vítima morava na Folha 23, bairro Nova Marabá. De acordo com informações de populares, ele era trabalhador e não se tem notícia do envolvimento dele com o mundo do crime. A vítima trabalhou como um dos motoristas durante a campanha de Helder Barbalho em Marabá. Ainda não foram divulgadas a autoria nem a motivação para a execução de Jonathan. A Polícia Militar esteve no local, realizando a preservação da área de crime, a Polícia Civil fez os primeiros levantamentos periciais e o Instituto Médico Legal recolheu o corpo para realização de necropsia. A Delegacia de Homicídios da 21ª Seccional de Polícia Civil está investigando o caso.