Tiros encerraram a trajetória criminosa de "Carrapeta"

O “velho conhecido da polícia”, Geovane de Souza, 31 anos, vulgo “Carrapeta”, foi morto a tiros, na noite de ontem, no Conjunto Residencial Popular 1, na cidade de Parauapebas, sudeste do Pará. Não houve tempo para se acionar o socorro médico, ele veio a óbito sentado na cadeira, no mesmo onde se encontrava.

As primeiras informações relatam que “Carrapeta” era um velho conhecido da polícia, sendo preso inúmeras vezes pela prática de roubo, furto e outros delitos. A 20ª Seccional de Polícia Civil vai investigar o caso. Ainda não se tem conhecimento da autoria e motivação do crime. O assassinato de Geovane Souza vai entrar para a alarmante estatística de homicídios no estado do Pará.