O coordenador de uma empresa especializada em serviços elétricos foi demitido após publicar vídeos em uma rede social debochando de currículos de candidatos a vagas abertas onde ele trabalhava.

“Recebi até o currículo de uma que eu odeio. Que pena, eu não vou com sua cara e não vou te contratar”, diz ele em um dos vídeos. Ele também critica as experiências profissionais e reclama do volume de candidatos que buscavam um emprego na empresa.

O caso aconteceu em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. A empresa em que ele trabalhava, a Avante Energia, afirmou que “não compactua com a atitude tomada pelo ex-colaborador que usou sua rede social particular postando vídeos e fotos sem autorização da empresa” e que “o responsável pela divulgação do vídeo não faz mais parte do nosso quadro de colaboradores”.