Marabá
25°C
Overcast clouds

Helder decide exonerar os ‘traíras’ de cargos públicos em Marabá

Crédito: Reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Depois do candidato a prefeito, Manoel Veloso (PSL) e a candidata a vice-prefeita, Cláudia Araújo (MDB), conhecida como “Claudinha”, com 16.500 Votos (12,7%0, levarem uma ‘surra homérica’ de Tião Miranda, contra 96.193 Votos (74,07%), o ‘troco’ começou a ser dado para os ‘infiéis’ que ocupam cargos de direção de escola e em outros órgãos estaduais, em Marabá, no sudeste do Pará. A ordem seria ‘passar o rodo’ em todas as repartições estaduais.

Nos últimos dias, o Portal Debate Carajás passou a receber denúncias de uma possível interferência de “Claudinha” na direção de órgãos ligados à educação em Marabá. O primeiro pescoço a ir para a ‘forca ‘ foi o do Prof. Cristiano Lopes, ex-diretor da 4ª Unidade Regional de Ensino. De perfil técnico, o ex-gestor da Ure Marabá foi exonerado do cargo em 13/10/2020, não por haver ‘traído’ o governador, mas por ser uma indicação do deputado estadual Toni Cunha (PTB). Hoje, desafeto de Herder Barbalho.

A troca de ocupantes desses cargos de confiança não possui nada de errado, mas é imoral, pois o primeiro critério de avaliação é sempre o político, não a capacidade técnica do servidor. A canoa dessa troca costuma ‘entrar água’, terminando, às vezes, em um péssimo serviço prestado à população de Marabá.

O recém-empossado diretor da 4ª Unidade Regional de Ensino (4ª Ure), Prof. Ronildo Sales (MDB), afirmou que existem muitas especulações e não há nenhum ‘plano terrorista’ para exonerar os gestores escolares. “Não existe nenhuma orientação do governador Helder Barbalho para a realização de troca de diretor de escola no âmbito da 4ª Ure, mas caso aja alguma substituição, a troca tem que ser considerada normal, pois o cargo é de confiança e discricionário da Secretaria Estadual de Educação (Seduc) do Pará.

As denúncias chegaram a deputada federal Elcione Barbalho (MDB). Ontem (9), teria havido uma reunião em Belém, liderada por Elcione, onde foi decidido fazer a troca de todos os ‘traíras’ de cargos da máquina estadual em Marabá. “O MDB está trabalhando para a reeleição de Helder e fazer um deputado estadual em Marabá. O partido já está se reestruturando para lançar candidato a prefeito em 2024. Nos cargos, só vai ficar quem estiver alinhado com o governo do Pará”, confidencia uma integrante do MDB.

Diretor da 4ª Ure, Prof. Ronildo Sales, vai ter muito trabalho para ‘organizar a casa’.

Escolas em ruínas

Antes de se trocar os ocupantes de cargos públicos, a família Barbalho deveria reformar as escolas Gaspar Viana, na Nova Marabá e a escola Plínio Pinheiro, bairro Marabá Pioneira, pois já chegamos a 2 anos de governo, mas nada foi feito para cumprir a promessa de campanha do então candidato Helder. Uma vergonha. Sem falar nas condições que se encontram os colégios Geraldo Veloso e Acy Barros. Mais parecem espeluncas públicas no centro da cidade por falta de uma reforma decente.

Pelo visto, o Prof. Ronildo Sales, diretor da 4ª Ure, vai precisar de muita habilidade e força política para ‘fazer o meio campo’ entre os políticos ávidos por cargos e melhorar a qualidade da educação em Marabá. No âmbito da 4ª Ure, existem problemas graves em relação à estrutura das escolas, um transporte escolar ineficiente e uma falta crônica de servidores. Diretores de escola como Gabriel Sales Pimenta (Morada Nova), Anísio Teixeira (Cidade Nova) e Plínio Pinheiro (Velha Marabá), entre outras escolas, estariam na ‘alça de mira’ do grupo político do governador.

A Redação falou com a ex-candidata “Claudinha”, ela retornou a mensagem, porém pediu ‘um tempo’ para falar sobre o caso. Já a deputada Elcione Barbalho, não foi possível falar com ela no antigo contato, segundo foi apurado, a política trocou o número do telefone, após a eleição. O espaço para futuros esclarecimentos fica aberto para os políticas citadas na matéria em relação às denúncias apresentadas.

Grupo de mulheres discute combate à violência em Marabá - Correio de Carajás
Segundo denúncias, “Claudinha” seria a ‘testa de ferro’ de Elcione Barbalho.
Elcione Barbalho – Wikipédia, a enciclopédia livre
Deputada Elcione Barbalho estaria à frente da missão de fazer a troca nos cargos em Marabá.

Fonte: Portal Debate Carajás

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!