Foto (Reprodução)

O Comportamento firme, emponderado, sereno e esclarecedor de Helder Barbalho (MDB), desde o início do enfrentamento da crise do coronavírus (Covid-19), vem chamando a atenção de críticos e aliados do governador do Pará, pois o mandatário sempre tem se colocado ao lado do povo paraense, principalmente, das camadas mais pobres.

Auxiliado pela equipe da Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa), comandada por, Alberto Beltrame, Helder vem liderando o enfrentamento ao Covid-19. A postura firme e esclarecedora do governador vem ganhando simpatia da maioria da população. O modo enérgico e firme como ele vem anunciando as tomadas de decisão, está agradando do Pará.

Na contramão da crise, Jair Bolsonaro (sem partido), em um pronunciamento, ontem (24), defendendo o retorno das pessoas aos postos de trabalho e ordenando a volta às aulas, colocando a vida das pessoas em risco, o governador vem mantendo praticamente isolado o estado do Pará, controlando com ‘mão de ferro’ a circulação de pessoas. Impedir a entrada do trem de passageiro da Vale e a atracação de navios estrangeiros no Pará, chamou a atenção.

A construção de estruturas hospitalares temporárias em Belém (RMB), Marabá (região de Carajás), Santarém (região do Tapajós) e uma em Breves (Marajó), agradou bastante ao povo do Pará. Ao todo serão 720 leitos a mais sendo ofertados na rede pública de saúde para enfrentar a crise sanitária provocada pelo coronavírus. O fechamento de estabelecimentos comerciais não essenciais tem sido visto pela população como uma medida bastante acertada pelo chefe do executivo do Pará. 

Helder Vem contando com o apoio de praticamente todos os prefeitos do Pará, sejam eles de oposição ou situação. A população também tem se mostrado preocupada e com medo do Covid-19, pois vem seguindo, à risca, as orientações de prefeitos e do governador.

Se as medidas sanitárias adotadas por Helder Barbalho serão capazes de isolar o coronavírus, somente o tempo dirá. Fato é que o Pará apresentava, na noite de ontem (24), 215 casos descartados, 168 casos suspeitos, aguardando análise laboratorial, cinco casos confirmados e nenhuma morte. Números que vem agradando a maioria da população do Pará.

Debate Carajás