Marabá
26°C
Scattered clouds

Ginecologista é preso ao dizer que paciente tem ‘periquitinha quente’

Crime ocorreu durante um exame ginecológico. Médico suspeito foi preso, segundo a polícia. | Reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Um médico ginecologista de 74 anos foi indiciado por importunação sexual. Segundo a denúncia de uma jovem de 22 anos, ela foi vítima de abuso. As informações são do portal MetrópolesO crime ocorreu durante um atendimento em hospital, quando a jovem foi à unidade para verificar o dispositivo intrauterino, conhecido como DIU.

Segundo ela, enquanto o médico fazia o exame falou: “Que periquitinha quente”. Sem reação, a vítima disse, ainda, que o ginecologista teria tentado beijá-la. “Ele disse que eu era a crush dele, que tinha rolado uma química entre nós”, complementou.

O crime ocorreu em um hospital de Belo Horizonte (MG). A unidade de saúde informou que o médico foi afastado das atividades assim que ficou sabendo do caso. Segundo a Polícia Civil de Minas Gerais, o médico foi preso e encaminhado ao sistema prisional. 

DOL

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!