O policial
militar, Jessé
Medina da Cruz
, conhecido como “jacundá”, foi executado, na manhã de
hoje (6), por volta de 11 horas, com mais de 10 disparos de arma de fogo, na rua Itacaiúnas, esquina com a José Cursino, em frente
à Feira Coberta do bairro das Laranjeiras, na cidade de Marabá, sudeste do Pará. Muito conhecido na cidade, a morte de “Jacundá” está causando uma grande repercussão nas redes sociais e nas “rodas de conversa”.

“Jacundá”
era policial militar reformado. De acordo com as primeiras informações, o Cabo Medina estava em um bar, se divertindo com alguns amigos, em uma mesa de bilhar, quando teve o corpo crivado de
balas. Ele morreu “na hora”. Testemunhas afirmaram que o atirador chegou, pelas costas da vítima, efetuou o primeiro disparo, “Jacundá” caiu e foi alvejado com mais uns 10 tiros na região do tórax e cabeça.

Membro de uma família de vários irmãos, criado no bairro das Laranjeiras, desde criança, o Cb Medina despertava uma sensação de admiração e medo em algumas pessoas, mas, às vezes,  provocava ódio e revolta, em outras, devido ao seu modo “destemido” de resolver seus problemas pessoais. Após os disparos, não houve tempo para se acionar o socorro médico. O Departamento de Homicídios da 21ª Seccional de Polícia Civil está apurando as circunstâncias da morte de mais um policial militar no Pará.

Nota: Notícia recente, será atualizada.