Marabá
26°C
Overcast clouds

Foragido armado e com documentos falsos é morto a tiros em Paragominas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Na noite deste domingo (28), José Wharlisson Nascimento Pereira, de 36 anos, foi morto com tiros no peito em Paragominas, sudeste paraense. Foragido do sistema penitenciário ha sete anos, o homem foi baleado enquanto trafegava em uma motocicleta, morrendo antes que o socorro chegasse. No momento do assassinato, ele estava portando documentos falsos e uma arma de fogo. 

Ao telefone, o Comando de Policiamento Regional VI (CPR 6) da Polícia Militar informou que José foi morto por volta das 20h, no bairro Aragão. A PM informou que uma guarnição em rondas foi acionada ao local, na rua Salvador, e ao chegarem ao ponto onde o homem estava desacordado e ensanguentado no chão, chamaram o socorro do Corpo de Bombeiros.

Contudo, quando a ambulância do 1º Grupamento de Proteção Ambiental chegou ao local, encontraram José já sem vida.

Já que José não podia mais ser salvo, a PM acionou a Polícia Civil e o Núcleo Avançado de Paragominas do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves. Com a chegada da polícia técnica ao local, eles começaram a manusear o corpo de José, e então, encontraram um revólver calibre 38 em um dos bolsos do homem morto.

Ainda no local, uma mulher que se identificou como esposa da vítima entregou um documento que seria dele, mas com o nome de Augusto Araújo Pantoja. Minutos depois, a mulher constrangida procurou os policiais para admitir que o documento era falso, e que na verdade, o corpo ali jogado na rua tinha como nome José Wharlisson.

Uma busca pelo nome verdadeiro do homem no sistema do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) revelou que José era foragido da Colônia Penal Agrícola de Santa Izabel (CPASI), no complexo de Americano, desde 2013. Até o momento, não há informações sobre quem poderia ter matado José e por qual motivo. O caso segue sendo investigado pela Polícia Civil de Paragominas.

O Liberal

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!