Marabá
28°C
Scattered clouds

Filhos lideram agressões a idosos em Marabá e Parauapebas

Parentes próximos lideram triste realidade de agressão aos idosos
Crédito: Reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

O dia 15 de junho foi instituído em 2006 pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa (INPES) como o Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa.

Na central do Disque Denúncia Sudeste do Pará, período de 09 de fevereiro de 2010 a 30 de maio de 2021 foram recebidas 351 denúncias sobre Violência Contra a Contra a Pessoa Idosa. Onde foi possível analisar que o ano de 2012 se destacou no número de denúncias registradas.

As denúncias chegam de vários municípios do Estado do Pará e Marabá está em 1º lugar com (48,4%), seguido de Parauapebas com (46,7%) das informações.

Os Bairros mais denunciados em Marabá são Nova Marabá (32%), Velha Marabá (12%), São Félix (7%), Jardim União (5%) e Bela Vista com (5%). Já em Parauapebas os bairros Da Paz (13,4%), Liberdade I (9,8%) Cidade Nova (9,1%), Rio Verde (7,9%) e União (7,3%) são os que mais se destacaram no ranking de denúncias.

A violência contra a pessoa idosa é praticada por filhos (54,1%), desconhecidos (13,1%), netos (12%), cônjuge (3,4%), sobrinhos (3,4%), genro (2,6%), nora (1,7%), cuidadores de idosos (1,4%), irmãos (1,4%), familiares próximos (1,1%), funcionários de hospital (1,1), sem grau de parentesco (0,9%), vizinhos (0,9%) e motorista de transporte público (0,6%).

Os dados mostram que as mulheres idosas são as mais atingidas pela violência, representando (59%) das informações e 41% relatam a violência praticada contra os homens.

De acordo com a coordenadora do Disque Denúncia, Hellen Araújo: “trabalhar a conscientização da população é muito importante, por isso o Disque Denúncia está sempre divulgando campanhas com objetivo de conscientizar a população de que

Violência Contra a Pessoa Idosa é crime. Pedimos sempre que a população denuncie e nos ajude a romper a barreira da violência contra o idoso”.

Para denunciar é só ligar nos números (94) 3312-3350/98198-3350, enviar mensagens através do WhatsApp nos mesmos números ou pelo aplicativo do Disque Denúncia Sudeste do Pará. (Divulgação – Disque Denúncia Sudeste do Pará)

Crédito: Reprodução

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!