Marabá
24°C
Few clouds

Exclusivo: Briga pelo famoso ‘tomógrafo’ chega à esfera judicial em Marabá

De aliados a inimigos públicos - Foto (Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

A Recomendação Ministerial Nº 026/2020, assinada pelo Ministério Público da Trabalho (MPT), Ministério Público Federal (MPF) e Ministério Público do Pará (MPPA), publicada no dia 23/4/2020, dá um prazo de 24 horas, para a Prefeitura de Marabá aceitar o Tomógrafo Computadorizado, destinado para o Hospital Municipal de Marabá (HMM), através de uma emenda parlamentar do deputado estadual Toni Cunha (PTB).

Tomógrafo Computadorizado 16 canais

O delegado é candidato a prefeito de Marabá em 2020 e desafeto de Tião Miranda (PSD). Os dois travam uma ‘briga’ pública desde o ano passado. O parlamentar destinou o recurso para aquisição do tomógrafo, mas para ele ser comprado, Tião Miranda necessita dizer se aceita a instalação do aparelho.

Utilizando-se da ‘brecha’ legal proporcionada pela crise da Covid-19, o MPT, MPF e MPPA encontraram uma ‘justificativa’ para praticamente ‘obrigar’ Tião Miranda a aceitar a emenda de Toni Cunha. Caso o prefeito não aceite instalar o tomógrafo, a Recomendação ameaça o gestor de abertura de uma ação civil pública, medidas criminais e outras responsabilizações.

O Portal Debate Carajás não conseguiu contato com a Assessoria de Comunicação da PMM, porém as informações relativas à Recomendação Ministerial serão acrescentadas aqui tão logo a Ascom se manifeste. Como o processo eleitoral está se aproximando, essa recomendação do Ministério Público vai dá ‘munição’ para os partidários, dos dois lados, travarem uma verdadeira ‘guerra’ nas redes sociais em Marabá.

Debate Carajás

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!