Marabá
31°C
Clear sky

Suspeito de participação em chacina troca tiros com a polícia

Marcone estaria escondido no bairro Vila Nova, em Parauapebas
Marcone de Jesus da Silva é ex-presidiário | Foto: Reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

O indivíduo suspeito de envolvimento em uma chacina, com cinco mortos, ocorrida na tarde de quarta-feira (15), no bairro Vila Nova, em Parauapebas, no sudeste do Pará, Marcone de Jesus da Silva, trocou tiros com a polícia, na manhã desta quinta-feira (16), porém conseguiu fugir do cerco policial.

O suspeito foi localizado pela polícia no bairro Vila Nova, mas percebeu a presença de policiais e fugiu para uma área de matagal. Durante a fuga, Marcone abriu fogo contra a guarnição e se embrenhou no matagal. O homem seria integrante da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC).

O indivíduo já teve uma passagem pelo sistema prisional, por porte ilegal de arma de fogo, passando dois anos preso. A PM encontrou 400 gramas de maconha no local em que o suspeito teria ficado escondido na mata. Diversos policiais estão à procura dos autores da carnificina.

As vítimas da chacina foram identificadas como Thawanne Dias de Jesus, Antônio Carlos Chaves Sousa, Felipe Silva de Carvalho, Jefferson Santos de Andrade e Marcos Antônio de Oliveira Andrade. Todos foram degolados. A brutalidade do caso chocou a população de Parauapebas. (Portal Debate Carajás, com Roma News)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!