Durante a manhã de ontem (13), a Escola Anísio Teixeira realizou o Projeto “Pedalando Contra a Violência”. Há mais de um mês, várias atividades envolvendo alunos, servidores e familiares foram desenvolvidas na unidade de ensino. As práticas pedagógicas tiveram como objetivo a conscientização e prevenção das diversas formas de violência vistas e vivenciadas na sociedade. As agressões podem acontecer em qualquer lugar, no ambiente doméstico e na escola.

Entidades como o DMTU, PROPAZ, Alepa, Uepa, ONG Focinhos Carentes, CREAS e a Patrulha Maria da Penha da Guarda Municipal de Marabá fizeram parte de mais um evento pedagógico desenvolvido pela escola Anísio Teixeira. O juiz Alexandre Hiroshi também participou do evento. Através de palestras, rodas de conversas, teatro, passeio ciclístico, entre outras atividades, os alunos fizeram referências a necessidade de denúncia, prevenção, tolerância, amor ao próximo, justiça e outros meios de se evitar as diversas formas de violência. 

Agressões no trânsito, na área rural, em escolas, contra a mulher, assédio moral, homofobia, racismo e contra animais foram trabalhados durante as atividades pedagógicas, desenvolvidas pelos alunos do ensino fundamental e médio. A 6ª Edição do “Pedalando Contra a Violência” reuniu mais de 1.500 participantes que desfilaram pelas ruas do complexo Cidade Nova. Projetos como o “Pedalando contra a Violência” fazem do colégio Anísio Teixeira, a escola pública mais disputada por novos alunos em Marabá.