Marabá
31°C
Clear sky

Erosão interdita Estrada do Rio Preto durante a manhã

Em imagem congelada de vídeo, a sequência de destruição deixada pela chuva na zona rural de Marabá
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

As imagens que o leitor observa no relevo da matéria foram confeccionadas na manhã desta terça-feira (16) por moradores que trafegavam pela Estrada do Rio Preto, que tem 260 quilômetros de extensão na zona rural de Marabá e constitui rota primária de escoamento das produções mineral e agrícola do município. Uma enxurrada rompeu o importante modal de transporte nas imediações do acesso à Vila Brejo do Meio, distante 23 quilômetros da sede de Marabá. É possível ver parte das manilhas da tubulação que drenava um igarapé sob a via rural não pavimentada.

A Estrada do Rio Preto foi interditada por volta das 7h depois que uma cratera de seis metros se abriu com a torrente. Morador que foi um dos primeiros a chegar ao local e registrou o momento narra o cenário de destruição que encontrou (assista ao vídeo a seguir). Ele também informa aos condutores que há uma rota alternativa para a via, qual seja os fundos de uma propriedade agrícola distante alguns quilômetros dali, e alerta para a inviabilidade de circulação pelo trecho comprometido.

Alerta laranja

Procurado por repórter do Portal Debate Carajás, o coordenador do 2º Distrito do Instituto Nacional de Meteorologia (2º Disme/Inmet), José Raimundo Abreu de Sousa, adverte que Pará e Maranhão experimentam alerta laranja da meteorologia, que aponta para chuvas intensas na região. “Esse alerta requer que a população da área envolvida se prepare para tomar uma ação de emergência, se necessário. Representa uma situação meteorológica perigosa”, explica.

Basta pesquisar a previsão do tempo de Marabá na internet para constatar o aviso de alerta laranja, que foi emitido pelo Inmet há três horas e prevê chuva entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia e risco de alagamentos, deslizamentos de encostas e transbordamentos de rios, em cidades com tais áreas de risco. Foi o que aconteceu na Estrada do Rio Preto pela manhã.

Ainda de acordo com o meteorologista, a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) é a principal causadora da chuva na região. “Mais chuva tende a cair ao passo que a zona de convergência se instala na região”, conclui José Raimundo.

Mais chuva

A previsão do tempo de Marabá para este carnaval é de chuva forte à noite: 18 milímetros, com 67% de probabilidade de tempestades isoladas com raios e trovões. Já a Quarta-Feira de Cinzas deve ser de chuva em grande parte do dia: 25 milímetros, com 90% de chance de chover. O mesmo cenário se repete até o fim de semana. (Vinícius Soares/Debate Carajás)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!