Marabá
23°C
Clear sky

Empresário acusado de ser mandante de duplo assassinato é preso no interior do Pará

O casal Josiele e Francisco em momento de lazer
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

A Polícia realizou a prisão do empresário, Dionar Nunes Cunha Junior, ontem (3), acusado de ser o mandante do assassinato do empresário Francisco Iran Parente e esposa, Josiele Prezza. Em coletiva de imprensa, na manhã de hoje (4), a Polícia Civil irá detalhar a prisão, bem como  a participação de Dionar no crime que chocou a população de Santarém.

No dia 28 de fevereiro, os corpos do casal foram encontrados em meio a uma plantação, na vicinal da comunidade do Guaraná, na região de Planalto de SantarémFrancisco e Josiele, moradores da comunidade de Boa Esperança, tiveram a casa invadida e em seguida levados por criminosos.

Preso, Dionar é acusado de mandar matar o casal

As vítimas foram barbaramente mortas com vários disparos de arma de fogo. No mesmo dia em que os corpos foram localizados, a polícia conseguiu prender um dos suspeitos de ter participado da execução do casal.

Com as investigações aprofundadas, a Delegacia Especializada de Homicídio, sob comando do delegado Gilvan Almeida, conseguiu identificar os comparsas do primeiro preso, bem como a pessoa que teria encomendado o crime.

Foto: Reprodução

De acordo a Polícia Civil, o empresário, morto, era muito conhecido por andar sempre com grandes somas em dinheiro e realizar empréstimos, a juros altos, para grandes empresários de Santarém.

Debate Carajás

(Com informações O Impacto)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!