Marabá
29°C
Overcast clouds

Emater promove seminário sobre agricultura familiar em São João do Araguaia

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) abordou programas de concessão de crédito, como o Pronaf.
Crédito: Reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) promoveu o primeiro encontro de Ater em São João do Araguaia, cidade localizada às margens do Rio Tocantins, no sudeste do Pará, .

No evento compareceram cerca de 50 pessoas, como o representante da secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e de Assistência Social do município, técnicos da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará) e do agente financeiro do Banco do Brasil (BB).

A palestra teve como público alvo os agricultores familiares, para esclarecer as Políticas Públicas e os programas de concessão de créditos, tais como a apresentação do Plano Safra 2021/2022, Programa Nacional da Agricultura Familiar (Pronaf), Aquisição de Alimentos (PAA) e Alimentação Escolar (PNAE).

O evento contou com a participação de Aguiberto Alves, o “Zico”, supervisor do escritório regional da Emater em Marabá. De acordo com ele: “Esse é o segundo evento dessa natureza que a Emater realiza este ano aqui na região com o objetivo de levar aos agricultores o conhecimento dos programas existentes para que assim eles possam saber o que podem ter acesso, onde e como acessar, para tomar decisões conscientes e que venham trazer melhorias para a sua produção”, explica.

A Câmara de Vereadores, Secretaria de Meio Ambiente, Prefeitura, Adepará e Banco do Brasil apoiaram a Ação de Ater. Segundo o chefe do escritório local de São João do Araguaia, Paulo César Rodrigues: “Nós já prestamos assistência técnica para esses agricultores e no evento informamos sobre a documentação necessária para acesso aos programas, sobre a comercialização e a Adepará falou sobre os cuidados necessários com os produtos artesanais”. (Ingrid Sales – Estagiária, com Agência Pará)

Crédito: Reprodução

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!