Os professores da rede estadual pública de ensino aceitaram, em Assembleia Geral, nesta quinta-feira (9), a proposta de reajuste salarial de 2% oferecida pelo Governo do Estado do Pará. A categoria deve manter, ainda, negociação sobre pagamento do piso salarial.

De acordo com informações de Mauro Borges, coordenador estadual de Comunicação do Sintepp, na Assembleia Geral, os professores estaduais resolveram aceitar parcialmente a proposta apresentada pelo Governo do Estado do Pará. Um documento com os pontos que não foram acordados será enviado pela categoria ao governo.

Segundo Mauro Borges, além do reajuste de 2%, que deve ser pago na próxima folha de pagamento, o Governo do Estado aceitou a participação dos professores na greve geral que será realizada no próximo dia 15 de maio, contra a Reforma da Previdência. O governo ainda se propõe a manter a pauta de negociação sobre o pagamento do piso salarial. A discussão sobre este ponto pode perdurar até o segundo semestre deste ano, segundo Mauro Borges.

Texto: DOL