Reprodução

Dizem que traição de amigo é mil vezes pior do que traição em um relacionamento, e Eduardo Costa vem comprovando esta teoria da pior maneira. O sertanejo descobriu há cerca de dois meses que seu amigo e confidente, o cantor Clayton (dupla com Romário), começou a se envolver amorosamente com sua ex, Victória Villarim, com quem todos sabem, principalmente os mais próximos de Eduardo, que foi uma mulher bastante marcante em sua vida. Os dois começaram a sair em segredo, e a Coluna do Leo Dias conta agora como foi que o sertanejo descobriu. As informações são do UOL.

Clayton, além de amigo próximo de Eduardo Costa e de estar sempre em sua casa, era também afilhado musical do sertanejo. Eduardo era investidor da dupla, chegou inclusive a emprestar dinheiro algumas vezes para eles. A desconfiança de que o ‘amigo’ saía com sua ex começou quando ele percebeu que Victória estava sempre nas festas de família de Clayton e, até onde o cantor tinha conhecimento, os dois não eram tão próximos assim.

De acordo com apuração da Coluna, Eduardo Costa, que não é bobo e nem nada, colocou um “amigo detetive” atrás do casal e pôde confirmar que os dois estavam ficando. Na época, o sertanejo ficou calado, isso tudo para saber quem realmente era seu amigo e contaria a ele da traição do ex-amigo.

Eduardo se sentiu traído por Clayton, não por eles terem uma relação profissional e por ele ter investido em sua música, mas especialmente pelo carinho e respeito que tinha pelo amigo. Ele respeita que Victória poderia seguir sua vida, assim como ele segue a dele, mas passou a desconfiar das verdadeiras intenções do ex-amigo quando frequentava sua casa. O resultado? Amizade desfeita e todo e qualquer acordo financeiro também.

Vale lembrar que Victória Villarim também recebe uma boa ajuda financeira de Eduardo, mesmo após o término do noivado. Ela recebe um ‘salário’, cerca de R$ 10 mil por mês, e ganhou um carro de R$ 400 mil do ex. A mesada de Victória também ganhou prazo para acabar e ela receberá a ajuda apenas até março, sem chances de renovação.

Nas redes sociais, Eduardo Costa falou brevemente da traição ao responder um seguidor que perguntou se o sertanejo já havia traído. “Já errei sim. Mas eu nunca traí um amigo, um irmão, principalmente um irmão que me ajudou num momento em que eu mais precisava, entende? É muito triste”, escreveu.

Procurada, a assessoria de Eduardo Costa confirmou o sentimento de traição do sertanejo com o amigo Clayton, e ressaltou que não houve nenhuma traição de Victória durante o relacionamento, e que sua indignação era pelo carinho e respeito que tinha pelo amigo. Por nota, Eduardo falou do assunto: “A pior traição é a de um amigo, não por todo o investimento que fiz do meu bolso, mas pelo carinho, respeito e dedicação que damos a pessoas que amamos, porque amigo é um amor que você escolhe, não faz parte de nenhum pacote”.