Pai e filho foram executados na BR-230

Durante a noite de ontem (3), por volta das 22h, Luís Carlos Ferreira de Souza, de 56 anos, pai, e Luíde Renan Félix Carneiro, de 19 anos, filho, foram mortos na zona rural de São João do Araguaia, sudeste paraense. Os corpos foram recolhidos pelo Instituto Médico Legal (IML) de Marabá. De acordo com a Polícia Militar, existem indícios de que o pai foi morto e, logo depois, o filho chegou para socorrê-lo, porém foi assassinato à ‘queima roupa’, com tiros na cabeça, pelos matadores.

A polícia suspeita que Luís Carlos foi morto primeiro, os bandidos ficaram escondidos, à espreita, Luíde Carneiro chegou para socorrê-lo, achando se tratar de um acidente e também foi executado. O veículo Saveiro estava a uns 20 metros da estrada, após bater em uma cerca e a moto, marca Honda, de cor preta, estava estacionada na margem da BR-230. Os matadores utilizaram escopeta calibre 12 e tiros de pistola para executar pai e filho.

De acordo com a Polícia Militar de São João do Araguaia, o duplo assassinato ocorreu, na BR-230, próximo à entrada da Vila Ponta de Pedras. A família lidava com festas de rodeio na cidade. Ainda não se conhece a autoria nem a motivação do duplo assassinato ocorrido no sudeste do Pará.

Pedro Souza