Marabá
32°C
Overcast clouds

Comissão do SUS não recomenda cloroquina para tratamento da covid

Avaliação da Conitec é inicial e ainda precisa passar por consulta pública e reavaliação. Grupo decidiu não recomendar remédios do ‘kit covid-19’ no tratamento da doença. Na CPI da Pandemia, ministro Queiroga evitou polemizar com senadores
De acordo com a Folha de S. Paulo, o parecer foi feito por um grupo técnico formado na gestão do atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga | Foto: Reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

O Ministério da Saúde, através da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec), após revisão com especialistas, elaborou um documento que contraindica o uso de medicamentos como a cloroquina, azitromicina, ivermectina para pacientes hospitalizados com Covid-19, contrariando o presidente Jair Bolsonaro.

O documento começou a ser avaliado na Conitec, comissão responsável para analisar a inclusão de medicamentos e tratamentos no Sistema Único de Saúde (SUS). Essa é a primeira vez que a comissão analisa o uso de tratamentos para a Covid-19. Ontem (15), o presidente da CPI Covid, senador Omar Aziz (PSD), fez duras críticas à Conitec pela demora na publicação do parecer.

De acordo com a Folha de S. Paulo, o parecer foi feito por um grupo técnico formado na gestão do atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e coordenado pelo professor Carlos Carvalho, da USP. Queiroga já prestou depoimento à CPI, mas será reconvocado sob suspeita de ter mentido e ocultado dados da pasta para proteger Bolsonaro.

O parecer ainda vai passar por consulta pública e deverá ser avaliado pela comissão em outra reunião. Uso do chamado “tratamento precoce” estará no olho do furacão, na quarta-feira (19), por ocasião do depoimento do ex-ministro da saúde, general Eduardo Pazuello. (Portal Debate Carajás)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!