Marabá
26°C
Scattered clouds

Diretor de presídio é exonerado ao soltar preso por engano, no interior do Pará

Servidor coloca atribuiu erro à equipe de Belém
Crédito: Thiago Gomes/Ascom Susipe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

O Diretor do Centro de Triagem da Secretaria de Administração Penitenciária em Altamira, foi exonerado do cargo, nesta quarta-feira, 19. Ele foi apontado como o responsável pela liberação de um preso errado, de um presidio da cidade. Ele nega e diz que o erro aconteceu em Belém.

Antonio Ronaldo Rodrigues do Carmo foi exonerado do cargo de diretor da Central de Triagem, local onde ficam custodiados os presos provisórios, no prédio anexo a seccional de Altamira. Ele disse que descobriu que havia sido exonerado do cargo ao chegar para trabalhar.

Segundo ele, a exoneração teria acontecido supostamente por causa da soltura indevida de um preso no ultimo sábado. “E essa irregularidade, eu quero deixar bem claro que a culpabilidade foi do setor técnico de Belém. É bom que fique bem claro isso aí”, disse.

De acordo com o ex-diretor, o mandado de soltura de Antonio Wemerson de Freitas da Silva, de 23 anos, suspeito de envolvimento no assassinato de um homem em Altamira, na semana passada, foi enviado por e-mail por um servidor da Diretoria de Execução Criminal de Belém, que teria cometido um equivoco na hora de fazer a pesquisa no sistema.

“Inclusive quando esse alvará foi dado cumprimento, nem na unidade eu me encontrava. O servidor que deu esse cumprimento, ele nada mais que cumpriu uma determinação”, explicou.

Antonio Wemerson Freitas da Silva continua foragido. Já o outro preso que realmente tinha a autorização da Justiça para ser solto, foi identificado como Wilhian Dutra dos Santos. Ele foi liberado no ultimo domingo, depois que a soltura indevida do outro detento foi descoberta.

Depois da falha o Secretário de Estado de Administração Penitenciária, Jarbas Vasconcelos, determinou a desativação imediata da Central de Triagem de Altamira.

Fonte: A Voz do Xingu

(Com informações de Cristiane Prado, da TV Liberal)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!