Marabá
33°C
Scattered clouds

Detran recupera mais de 60 motos irregulares no Pará

Houve um aumento considerável de 28,78% no número de apreensões neste ano
Foto: Divulgação
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

A atuação do Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran-PA) visa a controlar a circulação de veículos em situação de irregularidade, principalmente as motocicletas, por serem os automóveis mais utilizados nas cidades do interior do estado. O foco principal de uma operação do órgão nos últimos meses foi a cidade de Viseu, no nordeste do Pará, concentrando 35,93% das retenções.

Foram mais de 64 veículos apreendidos, apontados pelo relatório da Gerência de Operações e Fiscalização de Trânsito das Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans) desde 1º de janeiro deste ano.

Os municípios de Rurópolis, Uruará, Altamira, Brasil Novo, Trairão, Marapanim, Bragança, Goianésia, Igarapé-Miri, Tracuateua e Redenção, também têm sido alvo das operações do Detran, por apresentarem as mesmas características como pendências na habilitação e muitos nem mesmo possuem carteira nacional de habilitação (CNH). Os veículos flagrados em situação de furto ou roubo são encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil do município.

Segundo Josimar Viana, gerente da Gerência de Operações e Fiscalização de Trânsito (GOFTC-A), as ações de identificação veicular foram intensificadas, o que ocorre tanto por parte dos agentes, quanto por meio de novos sistemas implantados pelo Detran, como o projeto “Sentinela”, que tem ajudado na localização computadorizada de veículos irregulares.

A ação conta com o apoio da Polícia Militar e seu principal objetivo é levar mais segurança para o trânsito dos municípios. A Organização das Nações Unidas (ONU) também ofertou curso de aperfeiçoamento de abordagem nas vias para os agentes de trânsito.

“Além das operações estratégicas, os agentes realizam um trabalho permanente de monitoramento dos veículos detectando as irregularidades no cotidiano da fiscalização, e os resultados têm demonstrado o grande empenho da fiscalização”, comenta Josimar.

A população tem se mostrado obediente às operações realizadas, sendo que cerca de 10% dos veículos recuperados provêm de denúncias feitas pelos próprios moradores, que constatam as irregularidades e estão preocupados com a sua segurança. (Portal Debate Carajás, com informações da Agência Pará)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!