A população da cidade de Parauapebas, sudeste do Pará, ficou estarrecida, na quarta-feira (15), com a execução da jovem Maria Eduarda, 16 anos, morta cruelmente por integrantes da facção Comando Vermelho. Dois dias depois, a cidade voltou a ficar chocada com mais um assassinato de um jovem, com fortes indícios de crueldade.

Desta vez, a vítima foi Joermes Rodrigues de Sousa, 17 anos. O crime bárbaro foi registrado na manhã de hoje (17), no bairro Tropical. O jovem Joermes Sousa estava desaparecido desde terça-feira (14). Seu corpo foi encontrado com a cabeça apartada do corpo e ferida por vários golpes de faca, desferidos por seus algozes. O sobrevoo de urubus indicou para a família onde possivelmente estaria o corpo.

A polícia suspeita que o crime tenha ligação com o tráfico de drogas. Segundo o pai de criação da vítima, Joermes Sousa saiu de casa na noite de terça-feira (14), dizendo que iria a um comércio, próximo de sua casa, para comprar um pacote de bolacha. “Ele saiu e disse que voltaria logo, mas não retornou. Meu filho andava com gente ruim, porém eu não sabia se usava droga ou não”, relatou o pai.