Marabá
25°C
Few clouds

Criança mata a mãe sem querer em videochamada do Zoom

Colegas de trabalho da vítima assistiram ao momento
Foto: Reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Todos os anos, 2.715 crianças morrem nos Estados Unidos em decorrência de armas de fogo. É a segunda maior causa de morte na faixa etária atrás de acidentes e à frente da soma entre os casos de câncer e problemas cardíacos.

Uma mulher da Florida, nos EUA, foi alvejada na cabeça, de forma acidental, pelo filho, enquanto estava numa videochamada de trabalho.

Shamaya Lynn, de 21 anos, estava participando numa videochamada quando se ouviu um estrondo e a mulher caiu para trás, vendo-se que nas suas costas estava uma criança, reporta a Polícia de Altamonte Springs.

Um dos outros participantes na chamada alertou de imediato as autoridades.

A mulher seria encontrada sem vida, com uma bala na cabeça.

“Os investigadores determinaram que o ferimento foi causado por uma criança que encontrou uma arma carregada, e sem estar no modo de segurança, e que tinha sido deixada no apartamento por outro adulto”, revelaram as autoridades em comunicado.

A arma pertencia ao pai da criança. (Via DOL)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!