Marabá
33°C
Overcast clouds

Covid-19: Prostitutas voltam ao trabalho, mas sem beijos

Crédito: Reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Após perderam a principal fonte de renda por três meses e meio devido à pandemia da Covid-19, as profissionais do sexo holandesas voltaram ao trabalho e começaram a receber clientes na última quarta-feira (1º) depois que o governo antecipou a data de abertura para esse dia em Amsterdã, na Holanda.

A condição para a retomada, entretanto, é que as dançarinas e prostitutas exóticas evitem beijos e posições sexuais que exijam respiração intensa.

A prostituição toma as ruas - Jornal do Dia
Crédito: Reprodução

A volta das atividades das profissionais traz vida ao distrito “Red Light” (Luz vermelha) de Amsterdã, conhecido por concentrar lojas de presentes eróticos e prostitutas, além de locais para assistir shows de sexo, que  ficou abandonado durante a pandemia.

Fonte: Extra

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!