Foi enterrado, nesta quarta-feira (2), o corpo
de
Francisco
Edilson Santos Silva
, 10, após ser morto com um tiro na madrugada de terça (1º), em Paragominas,
sudeste do Pará. 
O namorado da irmã da vítima, autor do
disparo, teria encostado uma arma, de fabricação caseira, na cabeça da vítima
em uma brincadeira e atirado acidentalmente, de acordo com a Polícia Civil.

A criança foi socorrida e levada a
Unidade de Pronto Atendimento (UPA) pelo próprio suspeito, mas não resistiu aos
ferimentos. Ao saber da morte, o autor dos disparos, Giovane Rodrigues Pereira, fugiu. A
Polícia tenta localizá-lo.
vizinha da vítima, Marciana Pereira, lamentou a
morte. “Foi doloroso, porque ele era uma criança que tinha tudo pela
frente, mas perdeu a vida por brincadeira”, comentou.
Um inquérito policial foi instaurado e o
caso é acompanhado pela Delegacia Especializada no Atendimento a Criança e
Adolescente (Deaca), da Polícia Civil. 
Segundo o delegado Christiano Nascimento,
o autor dos disparos deve responder por homicídio culposo ou com dolo eventual,
já que assumiu o risco de produzir o disparo.
Fonte: globo.com/pa