Um homem foi encontrado morto, na manhã desta segunda (10), dentro do campus da Universidade Federal do Pará (UFPA) no Guamá, em Belém. O corpo foi achado às margens do igarapé Tucuntuda, que corta o campus da UFPA. Ainda não se sabe identidade da vítima. 

O corpo foi achado dentro da área do igarapé, próximo ao prédio da reitoria da universidade, no campus básico do Guamá. Uma rabeta que passava pelo curso d’água foi a primeira a avistar a pessoa morta. Seguranças foram acionados e a polícia foi chamada. 

Corpo foi encontrado boiando nas águas do igarapé Tucunduba

Afogamento

Até o momento as autoridades apontam que a morte pode ter sido causada por afogamento. A vítima não é estudante da UFPA. O corpo possivelmente pode ter sido levado pelas águas do Tucunduba até o ponto onde foi encontrado, já quase no encontro com as águas do rio Guamá.  

O Centro de Perícias Científicas Renato Chaves foi acionado logo pela manhã e já recolheu a vítima. Procurada pela reportagem, a assessoria de comunicação da Universidade Federal do Pará disse, em nota, que o corpo foi achado no Tucunduba por volta das 8h30. Ele foi avistado por um barqueiro: corpo do homem estava boiando nas margens do Tucunduba, já na área do campus da UFPA. 

“O fato foi comunicado ao Corpo de Bombeiros e às Polícias Militar e Civil, que providenciaram a retirada do corpo e o encaminhamento ao Instituto Médico Legal. Não há registro de ocorrência do falecimento na área do campus, sendo mais provável que o corpo tenha se deslocado de outro trecho do igarapé”, disse a UFPA. 

A redação integrada de O Liberal está apurando junto à Polícia Civil a identidade da vítima e as circunstâncias da morte, e traz mais informações em instantes.

O Liberal