Marabá
33°C
Scattered clouds

Popular radialista Tião Costa morre de covid em Marabá aos 60 anos

Tião Costa morreu vítima da doença do novo coronavírus nesta terça em Marabá, aos 60 anos | Foto: Reprodução/Redes Sociais
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

No final da tarde de hoje (27), a crônica esportiva de Marabá, no sudeste do Pará, perdeu o radialista, Sebastião Costa da Silva, conhecido como “Tião Costa”, 60 anos, vítima da covid-19, no Hospital Regional, em Marabá, sudeste do Pará. O locutor esportivo estava internado, há vários dias, porém perdeu a batalha para a letal doença respiratória e infecciosa.

Bastante conhecido em Marabá, Tião trabalhava na empresa RBA Marabá, Rádio Clube, desde o ano de 2001. Nos últimos dias, amigos e familiares desencadearam uma campanha de doação de sangue para ajudá-lo, mas não foi o suficiente para salvar o comentarista esportivo. O locutor esportivo era casado com a Profª Sandra Borges, lotada na Escola Duque de Caxias, na Vila Militar Castelo Branco, durante vários anos.

A notícia do falecimento chocou o meio esportivo de Marabá e Região do Carajás. Tião Costa acompanhava o time do Águia de Marabá, desde os primeiros passos do “Azulão”. O desportista era figurinha carimbada no Estádio Zinho Oliveira e vai deixar bastante saudades. No entanto, seu time do coração era o Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense.

A causa da morte sendo a covid-19, o velório deverá ser restrito à familiares e amigos mais próximos, seguindo as normas funerárias da Organização Mundial de Saúde (OMS). Aos demais, restarão apenas a saudade, o respeito, a admiração, indignação e um ‘breve adeus’ durante o traslado do corpo até a última morada do corpo em um dos cemitérios de Marabá.

Tião Costa era gremista de coração – Crédito: Redes sociais

Fonte: Portal Debate Carajás

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!